sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Desarmando o Circo do Amor














Chegou a hora, preciso ir...
Não vou dizer que vou partir,
nem que estou indo embora.
Estou saindo “de mansinho”
do caminho da senhora.

Estou tentando desarmar
o circo que armei:
Espetáculos à toda hora.
Palhaço, trapezista, domador...
Tudo para amar, tudo por amor.

Mas, enfim, chegou a hora de ir...
Tenho que sair com lona e tudo.
Sair com um final sem fim.
Sair do jeito que eu vim:
entrei calado, saio mudo.

A.J. Cardiais
imagem: google

Um comentário:

Alexx Albert disse...

Adorei as analogias
Saiu calado e mudo para o mundo...