quarta-feira, 29 de março de 2017

Animal Tem Alma?


Os animais têm alma, ou alguma coisa assim? Eu acho que devem ter... Vou contar o porquê da pergunta: nós criávamos um gato chamado Pepe, que era muito “safado”. Conseguiu conquistar todo mundo e tornou-se um gato muito especial. Imaginem que ele dormia conosco. Não tinha jeito de fazê-lo dormir em outro lugar... Uma semana antes de ele morrer, eu sonhei com este fato acontecendo. Pois bem, Pepe morreu envenenado. E o meu neto, o mesmo que nos trouxe Pepe, no mesmo dia trouxe outro “gato”... Depois eu vi que era uma gata.
Sempre ouvi falar que os gatos são apegados ao lar e não ao dono. Quando alguém se mudava o gato ficava, não ia com o dono. Se isso é verdade eu não sei.
Foi esta lenda (?) que chamou a minha atenção: a gata, quando chegou para a nossa casa, já estava um pouco grandinha. Um detalhe: o meu neto mora conosco. Justamente no dia que ele trouxe a gata, a mãe dele veio visitar-nos. Ela chegou bem na hora que minha mulher estava reclamando, porque a gata tinha sujado a casa toda. Como a mãe do meu neto não gosta de animais, ela fez meu neto devolver a gata. Ele foi, chorando, devolver. A minha esposa estava tão aborrecida, que nem pediu que deixasse a gata.
Neste dia choveu quase a noite toda. De manhã, acordei escutando um miado... Como estava acostumado com Pepe, fiquei procurando de onde vinha... Quando abri a porta, a gata entrou correndo. Aí todo mundo ficou achando que o meu neto não tinha levado a gata para a antiga dona. Mas ficou comprovado que ele levou.
Agora eu pergunto: como esta gata acostumou-se com nossa casa, em poucas horas? E lá, onde a gata morava, tinha outros gatos. Tem também a questão de uma casa não ser tão perto da outra.
Será que foi a “alma” de Pepe, que “encarnou” na gata? Ela só quer dormir na nossa cama.


A.J. Cardiais
15.07.2011
imagem: a.j. cardiais (Pepe)

Um comentário:

Ana Bailune disse...

Pois é... tem uma gatinha que anda me visitando ultimamente. Ela é bonita e bem cuidada, mas frequentemente, cruzo com ela dentro de casa, e ela caminha como se me conhecesse há muito tempo, não se assusta nem tenta fugir de mim. Ontem eu a encontrei dormindo na cama do quarto de hóspedes. Chovia muito, e fiquei com pena de colocá-la para fora. Depois, eu estava no meu quarto vendo TV quando ela entrou, se esfregou na minha perna, deu algumas ronronadas e depois deitou-se no tapete atrás de mim. Quando olhei de novo, ela tinha ido embora.

Como um animal que agente nunca viu pode agir desta forma, ainda mais sendo um gato que nunca vimos antes? animais tâm alma sim. Frequentemente, sonho com meus cães que morreram. É como se eu estivesse fazendo uma visita, e sempre há uma barreira - portão, muro ou cerca - que nos separa e eu não posso passar, nem eles. Mas converso com eles e faço carícias. Estão felizes.