terça-feira, 14 de abril de 2015

Caridade Literária

















Escrevo o que acredito.
Se para teus olhos
não está bonito,
respeite minha verdade.

A caridade literária
é arbitrária:
nos induz ao erro.
Não faça meu enterro,

com elogios falsos.
Não gostou, não diga nada.
Deixe-me seguir minha estrada.

Elogiar, esperando elogios,
é o pior dos desafios:
faz o poeta se perder.

A.J. Cardiais
11.06.2014
imagem: google



Um comentário:

Marcos Satoru Kawanami disse...

Falou e disse, é verdade.

abraço
Marcos