domingo, 9 de março de 2014

Dilema do Poema

















O meu poema sai
em busca de aventura...
Quando a ideia cai,
é a rima que o segura.

Meu poema é o tal
que espanta muriçocas,
quando elas saem das tocas
querendo algo fenomenal.

O meu pobre poema
fica jogado ao leu
quando sai do papel,

Pensando que o sistema
o levará ao céu...
É ai que começa o dilema.

A.J. Cardiais
imagem: google

Um comentário:

Marcos Satoru Kawanami disse...

O sistema é que um mistério.

=D