quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Minha Alma Grita















A minha alma
sai da escrita,
e grita:
ei, A.J.! Calma.

Tenha paciência...
Pra que esta insistência
em querer me libertar?
Vamos devagar...

Se estou sofrendo,
é porque estou devendo.
Deixe-me pagar.

A vida é assim mesmo:
aí você come torresmo,
e aqui come caviar.


A.J. Cardiais
11.07.2011

imagem: google

Um comentário:

nelma ladeira disse...

Sábias palavras.
Lá temos paz,amor e carinho.
É a luz da liberdade.
Lindo texto,adorei.
Bom dia.